Menu

Maconha no Brasil: Liberar ou não?

Grande discussão em torno deste assunto toma conta de todo o país. Não apenas em alguns estados, mas em todo o país o assunto do momento é se vão liberar ou não o uso da maconha. Há quem diga que o termo “liberar” não é o mais adequado para o assunto, mas popularmente, por se tratar de uma droga ilegal, esse é o termo utilizado até mesmo nos fóruns de discussões.

Diversos argumentos favoráveis tentam mostrar que a liberação da erva pode trazer benefícios ao país. Um dos principais argumentos é que com a liberação, o tráfico de drogas seria drasticamente diminuído, pois desta forma o traficante não teria como continuar com seu lucrativo mercado.

legalizacao-maconha

Em contrapartida, os que são contrários à proposta alegam que a liberação traria inúmeros prejuízos para nossa sociedade e às famílias. Este grupo “do contra” tem afirmado que (ao contrário do que muitos dizem) a liberação não diminuiria o mercado do tráfico. Sabe por quê? Caso ocorra a legalização, seria estabelecido uma certa quantidade para a comercialização, o que faria com que pessoas viciadas, ou não, procurassem uma forma de consumir uma quantidade cada vez maior.

Neste embate, duas coisas devem ser consideradas de ambos os lados: Pode ser que a liberação diminua, de fato, o tráfico em torno da droga e provoque uma redução no consumo. Por outro lado, sendo a maconha uma erva que causa alterações quanto à lucidez de quem a consome, este argumento em prol da liberação deverá ser bem explicado.

O Brasil por ser um país ainda pouco desenvolvido (se comparado a países de primeiro mundo e que já liberaram o uso da maconha) talvez a liberação traga mais problemas que soluções. O nosso país tem uma cultura diferente de países como a Holanda, por exemplo, onde a droga já é comercializada. Lá, existe uma política pública séria em torno deste assunto. Aqui, a questão é quase esquecida pelo poder público.

Para decidir se liberar ou não, acreditamos que seja preciso analisar como poderia ser feito esta nova forma de comércio, considerar todos os danos que a erva já causou a muitas famílias e, claro, considerar que a cultura brasileira é diferente de outros países, cada uma tem suas particularidades e jamais podem ser comparadas a este ponto.

Contudo, esse assunto continuará a ser discutido em escolas, no trabalho, rodas de amigos etc. Entretanto, o mais importante é que essas discussões possam ser de forma respeitável e cautelosa a fim de que cheguemos à conclusão se o Brasil deverá liberar ou não o uso da maconha!

Compartilhe no Facebook
28 Comments
  1. Tonio 12/07/2011
  2. Crystalllll 13/07/2011
  3. Décio Dias de Oliveira 19/07/2011
  4. cleiton 22/07/2011
  5. Sara Adriane Braz de Lima 05/10/2011
  6. joca 12/11/2011
  7. Carla 18/11/2011
  8. Luciano 19/11/2011
  9. Astromar 30/01/2012
  10. alisson henrique 11/04/2012
  11. zeus 21/04/2012
  12. Átila Ramos 08/05/2012
  13. não importa 01/06/2012
  14. Justiça 19/06/2012
  15. maikão 24/06/2012
  16. kessy 24/06/2012
  17. andre araldi 24/06/2012
  18. Será tão ruim assim? 28/06/2012
  19. delara 08/07/2012
  20. jorge 23/07/2012
  21. Bruno 26/07/2012
  22. ME XUPEM 29/08/2012
  23. Carlos Frantz Filho 30/08/2012
  24. Priscila 03/09/2012
  25. daniel 11/11/2012
  26. Yago 29/11/2012
  27. Breno 29/08/2013
  28. Matheus R. 30/03/2014

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *