Governo Federal regulariza situação de terras para comunidade quilombolas do norte e nordeste

No início deste mês de abril, a Presidenta Dilma reuniu-se com representantes de vários movimentos sociais, dentre eles o Movimento Negro, Quilombolas e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) para oficializar a assinatura dos atos da reforma agrária e, também, para a desapropriação de terras para comunidades Quilombolas.

A assinatura dos atos é um avanço no tema de reforma agrária. Representantes dos movimentos acreditam que a partir deste comprometimento do governo, a situação pode melhorar e as comunidades poderão ter mais visibilidade na luta contra a desigualdade.

Luta contra a desigualdade

Segundo a Presidenta, a assinatura dos atos garante que o país dê mais um passo na luta contra a desigualdade, pois o acesso às terras e o direito ao cultivo nelas darão aos brasileiros e brasileiras dignidade e qualidade de vida, fato este que vem sendo esperado por muitos e muitos anos pelas comunidades que sobrevivem da terra.

A assinatura desses atos compreende a regularização de cerca de 22 mil hectares e, por assim, dizer, oficializam e garantem a apropriação legal dessas terras por parte das comunidades que exigiam a legalização de terras ( como as comunidades Quilombolas) e a reforma agrária já.

Avanço na reforma agrária

O ato de reunir-se com lideres dos movimentos, que há tempos vem lutando pela reforma agrária, sinaliza uma retomada de comprometimento da presidenta com a pauta da reforma agrária, é o que acredita o secretário da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Aristides Santos, que também esteve presente no Palácio do Planalto para ver de perto a assinatura dos decretos pela então presidenta.

Os decretos assinados pela presidenta beneficiam cerca de 799 famílias que residem em comunidades Quilombolas nos estados do Maranhão, Pará, Rio Grande do Norte e Sergipe. As principais comunidades favorecidas pelo decreto são: Caraíbas, de Sergipe; Gurupá, do Pará; Macambira, do Rio Grande do Norte e Monge Belo, do Maranhão.

Além dos decretos assinados, o Governo Federal aproveitou o momento para lançar o edital do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial, que irá autorizar a liberação de cerca de R$ 4 milhões em recursos para investir em projetos que ajudem a promover a igualdade racial no país.

Dentre os projetos que terão prioridade para a injeção desses recursos estão os órgãos que promovem a igualdade racial (nas variadas esferas de comunicação), o setor de apoio a politicas públicas e ações afirmativas e, por fim, o setor de politicas públicas das comunidades tradicionais.

Vídeo mostra momento em que brasileiro cai de cruzeiro no Caribe

Um brasileiro de 35 anos caiu de um navio Cruzeiro no mar do Caribe, na última sexta-feira (06/11). Identificado com Bernardo Albaz, o homem estava a bordo do navio Royal Caribbean Cruise.

Um vídeo que foi divulgado na internet esta semana, mostra o momento exato em que o rapaz cai do navio em movimento, assista abaixo. A A Guarda Costeira dos Estados Unidos chegou a fazer buscas por ele, mas encerrou os trabalhos no sábado (7) e enviou condolências aos familiares do brasileiro.

Raio mata mulher em praia de SP – FOTOS

Uma mulher de 36 anos acabou morrendo na água na praia da Enseada, no Guarujá (SP). Ela foi atingida por um raio que caiu na água do mar. A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu momentos depois da descarga elétrica.

Um fotógrafo que estava fazendo imagens da praia imagens da orla da praia da Enseada, acabou registrando o momento em que o raio caiu na água, criando um rastro de fogo. Ele fotografou também momentos antes da mulher entrar na água. Veja fotos abaixo:

raio1

raio2

raio4

raio3

Fotos: Rogério Soares – 13.jan.14/A Tribuna

Estrutura desaba na Arena do Corinthians

Um grave acidente aconteceu na tarde desta quarta-feira (27/11) nas obras da Arena do Corinthians, em São Paulo. Um guindaste que estava sendo usado para levantar as grandes estruturas metálicas do estádio, caiu sobre a arquibancada da arena. Os bombeiros foram chamados e confirmaram três mortes e vários feridos.

O acidente teria acontecido porque o guindaste não teria suportado o peso da peça de quase 500Kg que estava sendo suspensa. A assessoria de imprensa do Corinthians confirma a ocorrência do acidente que deixou funcionários que trabalhavam no Itaquerão feridos, mas não soube ainda informar detalhes.

acidente-estadio-corinthians

acidente-arena-corinhtians

O Estadio é sede da abertura para a Copa de 2014 no Brasil. Veja também: Fotos da Arena Corinthians em construção.